SMV: associados em formação – ODS

Mobilizar os cidadãos!

 

A formação é um processo de aprendizagem e uma oportunidade de reflexão e desenvolvimento pessoal. E foi isso que aconteceu no dia 10 de julho com o tema da formação “Agenda 2030”, uma Agenda de todos, para todos e com todos.

A Dra. Rita Leote, Diretora Executiva da Plataforma, alertou que estamos na “Década de Ação” e que ainda há muito desconhecimento deste roteiro comum, rumo ao desenvolvimento sustentável.

A Agenda que está estruturada em 5 pilares fundamentais – Pessoas, Prosperidade, Parcerias, Paz e Planeta – mune-se de 17 ODS [Objetivos de Desenvolvimento Sustentável], engloba 169 metas e 230 indicadores globais.

 

A Dra. Rita informou sobre a relevância dada ao papel da sociedade civil na concretização dos ODS, o que considerou como um dos pontos fortes da Agenda.

A ausência de mecanismos de responsabilização por parte dos países subscritores e o facto de os objetivos incidirem mais no

s sintomas que nas causas dos problemas foram fragilidades que identificou.

Lamentou ainda a ausência de diálogo efetivo entre as instituições governamentais e a sociedade civil. Evidenciou que o Fórum da Sociedade Civil para os ODS tem desenvolvido um conjunto de atividades com os diferentes setores da sociedade civil, dando contributo importante para cumprimento dos ODS. Mostrou que a monitorização das metas alcançadas nos diferentes ODS evidenciam um retrocesso com a COVID-19, o que poderá vir a comprometer a concretização da Agenda… Por fim, lançou-nos o desafio: Informar, Informar e Sensibilizar, para Mobilizar os Cidadãos!

 

 

Um outro repto que nos foi lançado pelo Coordenador da ONGD Rosto Solidário, Dr. Paulo Costa, foi o Direito à Indignação, com educação, assertividade e bom senso, com o qual se constrói a nossa resiliência.

O Dr. Paulo foi o dinamizador dos “grupos de trabalho”, questionando o nosso contributo, posicionamento e mobilização para a ação, na concretização dos ODS, enquanto cidadãos e cidadãs.

A Profª Hemma Tengler, do ISEG, apresentou o “roteiro” para se ser um ativista e demonstrou que a Ser Mais Valia possui todos os ”ingredientes” para ser um bom aliado para a mudança.

Mudança que nos é pedida pela Agenda 2030 para alcançar um futuro sustentável, de paz, dignidade e direitos.

 

Edite Morujão
Vogal da Direção da SMV